novidades e dicas sobre pimentas

Pimenta: a origem do nome

Nenhum comentário »

O termo PIMENTA vem do latim “pigmentum” que significa pintar. Seu sentido original era o de matéria corante. Depois, passou a indicar uma especiaria aromática, para finalmente designar o fruto Piper Nigrum – a popularmente conhecida pimenta-do-reino.

Hoje, no entanto, em muitos lugares é usado indistintamente, tanto para designar a pimenta-do-reino quanto às pimentas do gênero Capsicum.

Pode-se dizer que Colômbo foi um dos responsáveis por essa confusão de nomenclatura. Em 1492, quando se lançou à procura de novas rotas para as ilhas das especiarias, ele estava em busca da pimenta-do-reino. Mas não somente errou o destino, indo parar na ilha de San Salvador, no Caribe, como também entendeu que a picancia presente nos pratos locais devia-se ao uso da pimenta-do-reino. Só com o tempo, percebeu-se que os frutos responsáveis pela agradável picancia das receitas locais eram de outro tipo, mas aí a denominação de “PIMENTA” já estava difundida para designar também as variedades do gênero Capsicum hoje ainda chamadas de pimentas hortícolas.

Já a palavra “Chilli”, de origem asteca, serve para nomear os frutos do gênero Capsicum em vários países, entre os quais os Estados Unidos. Da mesma forma, o termo https://www.acheterviagrafr24.com/vente-viagra/ “Aji” é usado, nos países andinos, para designar uma variedade, enquanto, no Brasil, consagrou-se o termo “Pimenta”; em Portugal, “malagueta”; e na Hungria, “Páprica”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *